As muitas, muitas referências de Concrete Revolutio

horriblesubs-concrete-revolutio-05-720p-mkv_snapshot_16-16_2016-11-27_15-34-28

Tem muuuuuito mais do que você imagina.

Concrete Revolutio é um anime original pelo estúdio BONES, que estreou com a sua primeira em Outubro de 2015 e a segunda em Abril do ano passado. À primeira vista, a série ficou conhecida como “mais um anime de super heróis”, mas com certeza seu cenário é bem mais complexo que isso: é cheio de referências aos 60/70, tanto de acontecimentos reais quanto da cultura popular da época. Basicamente, o mundo do anime é como se todos os personagens de tokusatsus, mangás e animes e etc. tivessem existido e convivido todos junto. Então, dale referência.

Aqui vão algumas das consegui depois de pesquisas no fórum anônimo tão odiado por alguns, 4chan. Vou listar as que me pareciam mais interessantes e acuradas, porque como eu já disse, são muitas, e deve à ver muito mais do que isso. Não é um texto com muitos spoilers da trama, mas recomendo já ter visto pelo menos a primeira temporada do anime para melhor entendimento.

Personagens

jiro

Jiro – (Cyborg 009, Jiro Kikaider)

Apesar de ser o protagonista do anime,  a inspiração dele não é tão específica, mas é muito provável que seja das obras de Shotaro Ishimori. O design por exemplo, é extremamente parecido com o protagonista de Cyborg 009 e tem o mesmo nome do de Kikaider.

kikko

Kikko (Sally the Witch, Princess Comet)

Inspirada nos dois fundares do gênero “mahou shoujo”, quando elas nem se chamavam de uma. Kikko inclusive se refere à si mesma sempre como uma “bruxa”. Além disso, suas palavras mágicas são “Meteor Tail”.

fuurouta

Fuurouta (Little Ghost Q-Tarou)

Mangá do autor de Doraemon sobre um fantasma que gosta de travesuras. Algo meio obvio, afinal, “Tarou” ao contrário fica “Routa”, logo, Fuurouta. No entanto, o design com a gravata e estrala dele no período pós time-skip da estória sugere que ele tenha sido inspirado não no protagonista, mas sim em outro fantasma do mangá, Doronpa.

super-jaguar

Super Jaguar (Super Jetter)

Essa foi bem clara: o protagonista de Super Jetter é enviado ao passado, do século 30 para o 20, por um vilão chamado Jaguar (e no seu próprio episódio, Jaguar tem que enfrentar… à si mesmo do passado, ah!). Até a habilidade parar o tempo 30 segundos no seu próprio ponto vista é referência.

emi

Emi (Gegege no Kitarou)

Outra difícil de dizer ao certo, mas ela é a princesa dos youkais, e Kitarou foi o responsável por firmar essa tendência na cultura pop.

raito

Shiba Raito (Robot Detective K)

O rival de Jiro, naturalmente também inspirado em uma obra de Shotaro Ishinomori. Além do mais, o coprotagonista do mangá se chama Chiba, e tem desgosto por robôs, enquanto Shiba nega ao máximo o fato de ser um “super-humano”.

akita-daichi

Akita Daishi (The Human Vapor, Childhood Ends)

O personagem é provavelmente uma mistura desses dois elementos: o corpo gasoso do protagonista de The Human Vapor e entidade alienígena de Childhood Ends. O primeiro é um filme de fato dos anos 60, mas o segundo é um romance um pouco mais antigo e não é japonês, então não dá para ter certeza…

equus

Equus (Steel Jeeg, Toyota 2000GT)

Mistura de um dos carros esportivos da época com um dos robôs de um das séries de mecha do Go Nagai, com um resultado estranhamente estiloso.

rainbow-knight

Rainbow Knight (Moonlight Mask, 7-Color Mask)

A roupa e o nome não traz duvidas quanto a inspiração nas obras de Kohan Kawauchi, criador de alguns dos primeiros tokusatsus lá nos anos cinquenta (o que condiz cronologicamente com o anime, já que Rainbow Knight estava na ativa quando Jiro era mais jovem). O inimigo dele, Eye of Lucifer, provavelmente foi inspirado no Satan, vilão de Moonlight Mask

earth-chan

Earth-chan (Astro Boy, Sputnik)

Ela é mais uma das misturas da série, dessa vez do icônico personagem de Tezuka e o primeiro satélite artificial da Terra. Judas que também aparece junto com ela, também teria sido inspirado em um personagem de Astro Boy, Judah Pater, mas eu não consegui achar informações sobre ele. E a forma “alternativa” dela é com certeza inspirada no primeiro satélite artificial da Terra, Sputnik.

montain-horse

Montain Horse (The Drifters)

Não, não a banda americana de soul. The Drifters foram uma banda cômica, que chegou à inclusive abrir um show dos Beatles no Japão, também nos anos 60 (algo parecido acontece no anime, inclusive). Mais tarde, ficaram famosos como apresentadores de um programa de TV.

infernal-queen

Infernal Queen (Mighty Jack)

A organização extremista que lutava contra o julgavam ser mal pode ter sido baseada nesse tokusatsu que se diferenciava dos da época por ter como inimigos não monstros e kaijus, mas sim humanos (no caso, uma organização terrorista).

shounen-tantei

Boys of Light (Shounen Tantei-dan BD7)

Provavelmente você já ouviu desses personagens como criação original do famoso escritor Edogawa Rampo, mas além disso, um seriado baseado na obra dele estava passando nos anos 70.

concrerevo

Claude (The Skull Man, Cyborg 009)

Estamos falando de alguém com grandes ligações com Jiro, então lógico que a inspiração viria de outro personagem de Ishinomori. Ela pode ter sido tanto de The Skull Man quanto de um dos vilões de Cyborg 009, Skull.

 

laika

Golubaya Laika (Yuri Gagarin, Laika)

Essa foi fácil: Laika é o nome da cadela enviada para o espaço como primeiro ser vivo à sair de órbita, e Yuri Gagarin foi o primeiro ser humano à ver a Terra do espaço (e também dar um famoso discurso “A Terra é azul. Como é maravilhosa!”).

aki

Haruka Aki/Arachne  (Silver Kamen)

Outro herói  de tokusatsu, dos anos 70, que lutava contra alienígenas. Enquanto Arachne reaparece justamente matando aliens.

mary

Bokuno Mari/Fanny (My Mary/Shiroi Heya no Futari)

Bokuno Mari = Boku no Mari = My Mary, ah, mistério resolvido! Essa era uma música/álbum dos anos 70 da banda The Tigers. E Shiroi Heya no Futari veio para representar os yuri/shoujos dos anos 70.

tree-birdman

Three Birdman ( Hinomaru Squadron, Three Z-man)

Hinomaru Squadron era o apelido do grupo de salto de ski que competiu nas Olimpíadas de Inverno de 72. Tree Z-man era um mangá da época, mas honestamente não achei nada sobre.

pirikappi

Pirikappi (Kaminari Boya Pikkari-Bii)

Anime antigo de 67, não consegui achar sobre o que era mas pelo nome e pelas imagens você já se pode sacar a referência (deus na nuvem soltando raios).

devilo-devila

Devilo e Devila (Fuxi e Nuwa)

Dois personagens da… mitologia chinesa? Meio deslocados aqui… Bem, todos tem cauda de serpente.

human-man

Human-man (Totsugeki! Hyuman)

Um herói que se chama “homem humano”, não restam muitas opções. Mais tokusatsu, nesse caso de um que especificamente protegia as crianças. A filha dele é uma possível referência à Minami Yuuko de Ultraman.

kage-koma

Kage Koma (Shisa/Manjin Hunter Mitsurugi)

Shisa é um dragão/leão de origem chinesa usado como entidade protetora das regiões de Okinawa. O motivo da armadura no entanto pode ter sido do tokusatsu de época com ninjas lutando contra aliens.

morrell

Jonathan Morrell (David Morrell, G.I. Joe)

Basicamente, o cara que escreveu o livro que inspirou Rambo. E os bonecos G.I. Joe estavam eram o sonho de todo menino americano. O personagem que representa o exército americano no anime não poderia ter outra inspiração.

great

Great Prophecy of Japan (Prophecies of Nostradamus)

Não é um personagem, mas é interessante listar aqui. O filme usado para o manipular a população provavelmente foi inspirado nesse infame filme-catástrofe conhecido por seus problemas de distribuição. Com certeza da para ver a inspiração pelo logo e poster.

satomi

Satomi Yoshiaki (Hajime Yoshiaki, Hongo Yoshiaki)

E o vilão é o capitalismo! Satomi Hajime é um dos homens mais ricos do Japão, Hongo Yoshiaki é protagonista de um livro juvenil dos anos trinta chamado Superhuman of the Great Orient e o meteoro (quem assistiu o anime inteiro vai inteiro vai entender) provavelmente é referência ao Evento de Tunguska, de 1908.

Músicas

Concrete Revolutio é um anime com boa variedade de insert songs (quase vinte para um anime de 24 episódios!), apesar de que talvez a maioria não perceba isso, já que muitas tocam apenas alguns segundos do episódio. Como cerejinha do bolo, grande parte delas são covers de músicas da época.

Eis aqui uma lista das músicas originais e em qual episódio elas tocaram.

Ano Subarashii Ai wo mou Ishido  (episódio 1)

Sora ni Hoshi Aru ga You ni (episódio 2)

Seinen wa Kouya wo Mezasu (episódio 3)

Kaze ga Naiteiru (episódio 5)

Ban Ban Ban (episódio 7)

Jiyuu ni Aruite Aishite/ Now the time for love (episódio 13)

Tabidachi no Uta (episódio 14)

Hachi no Musashi wa Shindano sa (episódio 18)

Higashi he Nishi he (episódio 19)

Toki no Sugiyuki Mama ni (episódio 21)

Sayonara America Sayonara Nippon (episódio 23)

Oyage! Tayaki-kun (episódio 23)

Iihi Tabidachi (episódio 24)

E…

Deve ter mais referência ainda se você contar as de eventos reais, mas não achei nada referente à segunda temporada então deixa pra lá.

Até a próxima.

horriblesubs-concrete-revolutio-01-720p-mkv_snapshot_00-47_2016-11-22_16-00-12

Chart com referência de personagens Parte 1/Parte 2

Chart com referência de eventos da primeira temporada e os reais: aqui

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s